sexta-feira, 4 de maio de 2012

PERMISSÃO



Deus, acredito somente no senhor como forma maior e única de poder e relevância religiosa, minha fé é sua. Mas me permita direcionar a Dionísio e culpa-lo pelos sonhos ainda com a mesma pessoa. Meu corpo já sabe, minha mente, meus amigos, tudo está de acorda com as penas românticas que possuo, o sonho é que entra incoerentemente e conta com o passado prometendo futuro lindo. Coisa inaceitável. Preciso explicar mais uma vez a Dionísio o que está acontecendo e caso não cumprido, condená-lo, na minha condição humana ignorante, de agir contra minha integridade emocional. 

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget