quinta-feira, 19 de novembro de 2009

AMOR EM OFF

AMOR EM OFF

Não distribuirei, hoje, sorrisos bobos, desse que vem na cara de apaixonados:
hoje, meu dia não terá romance.
Não pensarei em ninguém, no ônibus, na faculdade, em casa:
hoje não tem suspiros apaixonados.
Não farei bilhetinhos carinhosos, cheios de adjetivos polidos:
hoje é tudo nu e cru.

Não estarei em todo lugar,
quem quiser falar comigo que me procure:
Hoje não tem celular, me forçando a ser onipresente.

Hoje responderei a todos os sorrisos maliciosos,
olharei fundo nos olhos desconhecidos dando esperanças falsas:
sem fugas, sem agenda, hoje sou meu.
Não usarei o pronome nós em meus enunciados, hoje não.
Meu coração está de folga, é feriado em todo o meu peito:
hoje eu não te amo, chérie.
Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget