sábado, 27 de dezembro de 2014

EXPLODIRAM O AMOR, DE NOVO

O amor explodiu!
Sim, sim!!
Usaram dinamite
E não diamantes.
Hoje em dia é tudo mais moderno.
Levaram os destroços do amor em dois caminhões
Que seguiram em direções opostas
Um foi para fábrica de bijuterias tipo exotéricas
-Que belos assessórios o amor bem trabalhado resulta
O outro
Será todo comercializado com renda revertida
Para uma instituição de crianças órfãs
- Ação linda nos jornais, quanta caridade superfaturada
Agora é esquecer tudo isso e tocar o barco pra frente
Sem jóias, sem mentiras
E lembra num tom de resmungo
O que foi do doce e dolorido
Processo de amar.
Mas olha,

O amor deixou fotografias num HD.
quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

UM LADO

Teu sorriso revela que quero viver
E vivo querendo teu sorriso
E sei mais
As horas acontecendo perto de você
A constante descoberta do teu nome
Os sotaques  que invento no telefone
Para não deixar as ligações enfadonhas
E sei além
Os minutos de pensamento
Tua imagem na minha cabeça
Te vejo na televisão
E te sonho
Você existe?
Será um personagem?
Mas qual ator capaz de interpretar tamanha beleza?
Se ele não vive?
Se vive
Eu te acompanho
Você vem comigo
Que aconteça sempre nosso encontro
E se durar
Será ótimo
Amém 
Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget