domingo, 29 de janeiro de 2012

A dois

Dá-me tua mão
Deixa eu te conduzir nessa valsa que toca quando você chega
Eu sei que não sei dançar, eu sei
Mas vamos à ação
A vergonha a dois pode ser divertida
Podemos errar todos os passos de proposito inclusive
Deixo até você pisar no meu pé
Vamos ser o centro do universo
Vamos errados, imperfeitos
Como somos agora
E quem sabe quando acabar a música
Um beijo parará o tempo do mundo.

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget