sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

EM VERSO OU PROSA



Sei que diferentemente do que você pensa
Eu não sou mero personagem que você pode prever as ações
Sou eu mesmo quem escrevo minhas coisas

Instrumento a mão
Ou seria uma arma?
Não se deve saber
Somos iguais eu sei
Mas sempre sou eu quem acrescenta os pontos finais
E corrige todos os enunciados

Em versos
Ou prosa

Eu não quero continuar essa história mal escrita
que você quis começar de novo
Esse chocolate meio amargo não agrada os leitores
Lá de casa
Eu posso continuar com isso de pensar em nós por um longo tempo
mas é hora das coisas se encaixarem
finalmente


Em Verso
Ou prosa

Amanhã ta combinado
Com uma amiga de tempos
De uma ida ao shopping
Vou tentar encaixar as coisas manualmente
Seja
Em verso ou prosa.

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget