domingo, 25 de dezembro de 2011

PERSONAGEM


Ela não
Ela não vai
porque não quer e nunca quis
Desde de os dez anos quando escreveu sua carta de alforria
Endereçada aos seus pais
E ela sai
sai
sai
Mas ela sorri

Sempre atrás de uma boa história
Poderia ser uma personagem de Simone de Beauvoir
Ou a própria Simone constando no documentos falso
Que ela comprou
Ela vai
E vai
 vai
Mas ela ainda sorri

De manhã pedi um março de cigarro
e um sonho de valsa
Olha o céu e diz como a lua está bonita para um estranho
Que a leva para cama
Ele a leva
E ela vai
E vai
E ela vai
Mas sorri

Indo
Indo
Indo
Mas ela sorri

Se fica cansada toma um guaraná
Se fica triste é de chocolate
Para que parar de pensar se a vida pede ação

Ela dorme na torre mais alta do castelo de cristal
Ainda é mesma menininha pedindo para o príncipe
Lhe salvar
E ela vai noite adentro
Com o mesmo olhar
Triste e sorrindo
Ela vai
Ela vai
Mas sorri

Se fica cansada pode não ser ela mesma
Sendo outra pra substituir
Por menos ela nem era ela
Mas ela vai
Vai
Vai
Mas ela sorri

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget