quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

E ELA



O sorriso dela denuncia a noite anterior
O mundo acontece
Em sentimentos diversos
E ela
No primitivo amor
E ela
Sorrindo

O nome dela, ela mesmo escolheu
Era Maria das Graças, Gracinha?
Qual era, qual era, ela mudou, de novo
Perdeu rumo
Tomou tequila
Andou nua pela casa do desconhecido
Bonitão
Foi, mentiu
Enganou
E ela
Não era ela
Não era ela
Não era ela
E ela não era ela.

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget