sábado, 1 de dezembro de 2012

BALADA DO REI PERDIDO


Quero tua majestade secretar
Em pura pompa particular
Quero seguir a tua luz
Que pode transformar
A dor em entra coisa azul

Por que a vida é passageira
Se a noite ainda não acabou
Não temos uma felicidade inteira
Para ser jovens
Mas podemos voar, então

Eu ando pela linha inteira
Caminhão
Cimento
Avião
Tudo toca e eu levo comigo, em gravador
Não penses que posso ser quente a vida inteira
Se você mesmo já me assoprou

Não deixe para dor
Aquilo diferente
De sentir
Como o amor.

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget