sexta-feira, 2 de agosto de 2013

SENTIMENTO

Eu sei que você existe
Posso sentir agora que você está dormindo
Está?
Sei que respostas também não são o seu forte
Mas sei que eu sou bom com semiótica, e, diferentemente de todos colegas,
Entendo claramente os sentimos
Eu sei, eu sei
É uma maldição
Na minha família é comum isso
De amor, ou de dor até o fim
Fontes que não secam jamais
De tudo se planta,
E tudo se colhe, mesmo que se regue a colheradas
Temos os melhores frutos
É coisa de terra vermelha, roxa
Pronto, você acordou
E o poema findou.                     

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular

Ocorreu um erro neste gadget