terça-feira, 13 de março de 2018
Te espero como quem espera um flor, então semente
Com possibilidades de até não-flor, esperança
E se a chuva inundar, ou o sol castigar
Eis me lastima e respeitoso
E se apontar para o sol, teremos um belo jardim [de novo]

0 Opinião (ões):

Tecnologia do Blogger.

Inscreva seu email, baby.

Seguidores

Hipocondria Literária Popular